Livros > Resenhas

Kenzo

Para quem sabe quem é quem no mundo da moda, Kenzo é um nome bem conhecido. Há décadas mostrando sue olhar sobre a moda e conquistando celebridades e o mundo, a "maison" desse estilista completou 40 anos em 2010, e a Editora Rizzoli lançou um livro sobre seu trabalho ao longo desse período.

A sedução dessa obra já começa pela capa: totalmente encadernada em tecido, com três padronagens diferentes, um verdadeiro convite de bom gosto para conhecermos a história desse homem que se transformou em uma marca de sucesso que soube combinar muito bem a criatividade e o lado comercial, assim como, trabalhar a mistura de culturas e influências, trazendo exotismo às passarelas. E chega ao século XXI com o mesmo espírito de liberdade e fantasia

Kenzo Takada nos faz sentir as trocas entre Ocidente e Oriente. Ele foi o primeiro estilista japonês a se destacar em Paris, na década de 1970. Com a moda hippie "bombando" nas ruas, em todo mundo, Kenzo conquistou o público mais descolado com um mix de tecidos, cores, estampas, e fazendo de todas essas misturas a sua identidade. Tudo isso numa época em que o artista não tinha dinheiro e comprava seus tecidos nos "mercados das pulgas" que existiam na cidade. Formado na Tókio Fashion College, foi para Paris tentar a sorte. E não só conseguiu como se tornou uma das marcas mais importantes no mundo da moda.

O livro é primoroso, tanto para a queles que trabalham e fazem parte do mundo da Moda, como também para leigos ou consumidores que sabem admirar e perceber uma obra bem cuidada  sobre um profissional reconhecido por seu trabalho dentro da industrioada moda, desde 1970..

 


Data: 08 agosto 2016 (Atualizado: 08 de agosto de 2016) | Tags: Moda


< New York - Retrato de uma cidade Take 100 - The future of film - 100 New directors >
Kenzo
autor: Bradley Quinn, Catherine Ormen, Francesco Bonami, Olivier Saillard
editora: Rizzoli
tradutor: em francês
gênero: Moda;

compartilhe

     

você também pode gostar

Resenhas

Pequeno Manual de Astrologia & Estilo

Resenhas

“Caderno de roupas, memórias e croquis”: um delicioso livro de Ronaldo Fraga

Resenhas

Moda e revolução dos anos 1960