Livros > Resenhas

A verdade sobre o caso Harry Quebert

a verdade sobre o caso harry quebertCompre o livro Homem Invisível, de Ralph Ellison

 

 

 

 

De Joel Dicker

A verdade sobre o caso Harry Quebert” é um livro para os aficionados por um bom suspense; um thriller daqueles. E se Hitckock tivesse lido, certamente o transformaria em mais um de seus filmes inesquecíveis. Sem dúvida alguma – pelo menos até o dia de hoje - é “O livro” de suspense. E digo “até hoje”, por mera cautela, afinal, nunca se sabe o que vem por aí. Muitas surpresas podem acontecer. Mas, seja lá quais forem elas, uma coisa é certa: o livro é ótimo!

O escritor suíço Joel Dicker é um dos convidados da Flip em Paraty, esse ano. Seu livro é um grande sucesso de vendas. Ele já vendeu mais de dois milhões de cópias, e traduzido para 32 idiomas, e, pelo visto, seguirá os mesmos passos por aqui também.

Conversando com uma amiga livreira sobre o enredo do livro, ela sintetizou muito bem dizendo o seguinte: “O livro é engenhoso, a história é muito bem construída”. Um livro dentro de um livro. Um livro sobre alguém escrevendo um livro. Uma profecia que se realizou para Joel Dicker.


O livro conta a história de um escritor de sucesso que está vivendo todas as glórias ao ver seu rosto fotografado, em todos os veículos de comunicação como: revistas, jornais, metrôs, entrevistas em programas de TVs. Ele segue uma agenda que foge ao controle. Marcus Goldman (nome desse escritor) alcança toda a visibilidade nos EUA. E, claro, ele vai usufruir de tudo isso. Dinheiro, fama, reconhecimento, tudo do bom e do melhor. Solteiro por convicção, começa um curto namoro com uma atriz de um seriado de TV americano, mas nada sério. Algo apenas para dar visibilidade, colocá-lo nas páginas de fofocas e promover as vendas de seu livro.

Mas, à medida que o tempo passa as cobranças também chegam. Seu editor o apressa para a produção de uma nova obra sob a alegação comercial de pegar o vácuo de vendas do primeiro livro e promovê-lo ainda mais. Seu empresário começa a pressioná-lo para começar a escrever outro romance. A consciência desse quadro é proporcional ao esfriamento de seu sucesso comercial. Seu nome é lentamente retirado para que outros ocupem sua posição. O anonimato e a velha dureza aparecem como ameaça. A fama e o dinheiro têm seu preço. Mas o resultado dessa pressão gera folhas em branco. Sua inspiração acabou. Tudo parece desmoronar a sua frente. Principalmente as consequências do contrato assinado que prevê multa de milhões caso o segundo livro não saia. O tempo passa. Os prazos estão se esgotando e a pergunta que ele se faz é: E agora, Marcus Goldman?

Com o desespero batendo a sua porta, resolve viajar para uma cidade chamada Aurora, em New Hampshire, para encontrar seu antigo mentor e também escritor, Harry Quebert, que escreveu um romance de sucesso há 30 anos intitulado “A Origem do Mal”, inspirado em um amor louco que Harry teve por uma menina de 15 anos chamada Nola Kellergan, em 1975, e que está desaparecida desde então. Harry nunca se recuperou do trauma. E foi incapaz de amar outra mulher. Em sua estadia na casa do seu mentor conversam sobre o que significa ser um autor. Enquanto a inspiração não acontece, as páginas em branco parecem ser o destino de Marcus Goldman.

Desanimado e pronto para assumir as consequências das multas contratuais, volta para Nova York, para pegar seus pertences e vender tudo aquilo que comprou durante “os meses dourados” que passou. Até que, certo dia, recebe um estranho telefonema de seu amigo Harry Quebert. Ele fala que haviam encontrado o corpo da garota que tanto amara - ela estava morta. E acabou por aí. Em seguida, ele liga a televisão e um batalhão de repórteres e cinegrafistas estão na casa do seu grande amigo tentando uma entrevista sobre o corpo de Nola Kellergan que foi achado em seu quintal. O célebre escritor imediatamente se torna o suspeito número um e ele é preso sobre acusação de sequestro, assassinato e ocultação de cadáver.

Marcus Goldman volta à casa de Harry Quebert, na cidade de Aurora, e começa uma investigação em conjunto com a polícia. A partir daí, Marcus Goldman começa a escrever seu novo romance, enquanto ele tenta salvar a vida de seu amigo da prisão.

Marcus Goldman, num primeiro momento, não é um narrador confiável, pois toda a conclusão a que chega, para nós leitores é uma frustração. Pois o próprio escritor vai ter que recontar tudo de novo. E leva nossa imaginação ao desespero, pois nada é o que parece ser. O único conselho que posso dar é o seguinte: você vai ter muitas dificuldades em desvendar os segredos contidos nessa história.

A Verdade sobre Harry Quebert” é o thriller do semestre, mas corre um sério risco de se tornar "o" romance de suspense do ano. Simplesmente imperdível. Vale a pena tê-lo em sua estante.


Data: 08 agosto 2016 (Atualizado: 08 de agosto de 2016) | Tags: Policial, Romance


< Os Garotos do Brasil. Um passeio pela alma dos craques. Morte em Veneza >
A verdade sobre o caso Harry Quebert

editora: Editora Lacre, Editora 7 Letras
gênero: Romance;,Policial;

compartilhe

     

você também pode gostar

Vídeos

O Sofá Laranja

Vídeos

Travessuras da menina má

Resenhas

Breve Romance de Sonho